ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

terça-feira, 23 de setembro de 2014

MORRO DO CRISTO MERECE UMA REFORMA

Por diversas vezes este blog tem se referido ao Cristo da Barra.  Sua instalação se deu em 1967. Anteriormente, essa mesma escultura ficava no chamado Morro de Jesus, onde hoje funciona a Prefeitura da Aeronáutica. Sim! Em 1920 sobre uma formação de cristais de rocha, o Cristo da Barra foi inaugurado pelo então Governador J.J. Seabra.

No Morro de Jesus

 Lá ficou por 47 anos e só foi retirado por questões de segurança. Na época, acharam por bem instalar uma pedreira em baixo do morro e as suas denotações poderiam danificar a bela estátua.

A pedreira provocou uma fenda na formação rochosa- A seta azul indica onde ficava o monumento

Cristo do Morro de Jesus visto do alto.

 O monumento foi esculpido pelo italiano Pasquale de Chirico e trazido para a Bahia a pedido do desembargador judeu convertido ao catolicismo José Botelho Benjamin que o doou à Prefeitura de Salvador.

Pasquale de Chirico

Não se tem notícias se houve alguma repercussão da imprensa ou do povo contra ou a favor dessa mudança, tanto de relação onde se encontrava quanto ao local onde se instalava.

Em verdade, ainda hoje se dá mais importancia ao conjunto da obra, digamos assim, o morro com seus coqueiros, do que mesmo à bela estátua, diferentemente do que acontece no Rio de Janeiro com o Cristo Redentor, guardadas as devidas proporções.

Morro do Cristo à noite

Porque isto?

Sem dúvida que a primeira razão é o seu tamanho: 2.80. Segundo, o pedestal é horrível e igualmente pequeno: 4.20. A desproporção em relação ao morro é gigantesca.  


Desproporção 

Mas tudo isto vem à tona no momento que a Prefeitura anuncia novas obras na Barra, dessa vez alcançando o trecho até o Morro do Cristo. Está na hora de alguma modificação. Será que é possível? Temos algumas sugestões.

A primeira delas é elevar a altura do pedestal de sustentação. Não esse pedestal de granito, mas a antiga estrutura de cristais de rocha como era no Morro de Jesus. Fazê-la mais alta e encorpada.

A segunda providência seria colocar balaustradas que nem as da avenida ou que nem as originais quando a escultura se encontrava no Morro de Jesus. Combinaria com as balaustradas da avenida.


Balaustradas do Morro de Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário