ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

domingo, 1 de junho de 2014

A BELEZA DO ELEVADOR LACERDA

Este blog usou sempre os recursos da Internet na sua construção estética, especialmente o Google Earth para fotos aéreas. Obtivemos resultados magníficos. Pensávamos ter alcançado o nível máximo de seus recursos, mas hoje constatamos que não. É o que vai ficar provado a partir das fotos que estaremos publicando a partir de hoje dos principais ícones de nossa cidade.

Vamos iniciar com o Elevador Lacerda, possivelmente a nossa maior referência turística, uma unanimidade universal.

Será?

Não é desde que determinado blog de autoria de uma maranhense assim se expressou:

“uma das maiores decepções que eu tive em Salvador chama-se Elevador Lacerda. Não sei por que, mas eu imaginava algo mais interessante no elevador; acho que minha imaginação fez-me criar uma espectativa errada. O Elevador Lacerda nada mais é do que um elevador normal, na verdade, é bem velhinho, que liga a Cidade Baixa à Cidade Alta de Salvador. Você fica em uma fila demorada, aos menos em janeiro, paga R$0.15, sobe no elevador e, em cerca de 30 segundos, chega ao Pelourinho, ali sim tem uma vista maravilhosa da Baía de Todos os Santos, do Mercado Modelo e do Forte do Mar.”

E agora? Não é estranho? O porquê desse depoimento? Não temos dúvida que além de preconceituoso ele indica um total desconhecimento da importância desse equipamento para uma cidade como Salvador, construída em dois andares.

Sim! O conhecimento das coisas modifica o caráter das impressões.

Elevado do Parafuso

Que ao tempo da construção da sua segunda torre (1930) foi considerado o mais alto elevador público do mundo. (75 metros).

Existem pelo mundo alguns elevadores que impressionam pela beleza arquitetônica, mas nenhum deles, ao que estamos sabendo, tem uma passarela sobre uma rua como é o caso do Elevador Lacerda. Em baixo passa a Ladeira da Montanha. É um detalhe absolutamente sugestivo, atraente e especialmente belo.


Canadá
Suiça


Vamos, então, para as novas fotos do grande Elevador Lacerda:








Nenhum comentário:

Postar um comentário