ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

sábado, 8 de março de 2014

TRAPICHE JEQUITAIA E SEU TREM DE CARGA

Certa feita,  escrevemos que o trem que passava em meio à antiga Feira de Água de Meninos ia buscar madeira carbonizada ou não que chegava do recôncavo à bordo de saveiros que ali aportavam. Essa madeira era utilizada nas caldeiras dos antigos trens que saiam da Estação da Calçada rumo ao subúrbio e até mesmo Aracaju, via Alagoinhas, etc.etc.

Essa operação durou até os anos 80 do século passado quando as locomotivas se modernizaram.

Mas eis que nos chega ao conhecimento uma foto ou gravura datada de 1870 da autoria de Pedro C. Vasquez do Trapiche Jequitaia, localizado onde é hoje a Estação Ferroviária da Calçada.
Trapiche Jequitaia

Nessa foto, vê-se um trem saindo do interior do monumental trapiche. Curiosíssimo! Seria esse trem propriedade do Trapiche? Parece que sim! As evidências são muito fortes.
Mesmo assim, muita gente escreveu que esse trapiche teria sido a primeira estação ferroviária de Salvador, depois reformada, etc. etc.


Ao que tudo indica, entretanto, o referido trem era mesmo propriedade do trapiche e servia para buscar mercadorias chegadas do exterior e outras vindas do recôncavo e das ilhas na Enseada da Água de Meninos e Cais do Ouro. Como o trapiche era afastado do eixo tradicional do Pilar, onde se concentrava a maioria dos trapiches daquela época, o recurso do trem permitia o funcionamento de um trapiche tão afastado daquele eixo. 

Para tanto ele saia da Calçada, cruzava o espaço onde hoje correm duas avenidas e alcançava o espaço onde viria a funcionar muitos anos depois a Feira de Água de Meninos.  Aproximava-se então da Enseada de Água de Meninos e do Cais do Ouro.

Trilhos em meio a Feira - Ao fundo vê-se o Moinho Salvador

Posteriormente, esse trapiche foi demolido e no seu espaço surgiu a Estação da Calçada. Ai sim, funcionou a primeira ferrovia partindo de Salvador.


Inicialmente assim...

Hoje...


Nenhum comentário:

Postar um comentário