ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

sábado, 15 de fevereiro de 2014

OS TRAPICHES E OS SHOPPINGS COMO ORGANIZADORES DO ESPAÇO URBANO

Há pouco fizemos uma postagem sobre o escoramento que está sendo feito em centenas de prédios que foram abandonados pelos seus proprietários  em Salvador  e uma das áreas onde maior foi a incidência desse descaso foi  no chamado Pilar, ali por trás da hoje Praça Marechal Deodoro, antigo  Cais do Ouro, aliás magnífico Cais do Ouro. 
Praça Marechal Deodoro


Antigamente o Pilar era uma área bem cuidada. No seu espaço, morava a maioria dos trapicheiros e os trapiches daquela época eram como são os shoppings de hoje: um centro de compra de tudo que se possa imaginar ou quase tudo.

Mas comparar um shopping dos tempos atuais com os trapiches de antigamente não seria uma aberração ou mesmo uma contradição?

Não é. Se parecem muito. Não na estrutura arquitetônica ou mesmo no conforto, mas na finalidade precípua pela qual foram criados: vendas de produtos de todas as naturezas, inclusive alimentos.

Se hoje os shoppings têm seus bares e restaurantes vendendo alimentos, os trapiches também vendiam seus alimentos a grosso , como se dizia. Semelhança atroz, mas é verdade.

Semelhança também no que diz respeito às moradias em torno. Perto deles nascem bairros e mais bairros. Foi o que aconteceu com a construção do Shopping Iguatemi. Aquela área era mato puro (no caso mata atlântica, por favor)  e hoje temos além de outros o belíssimo Caminho das Árvores.  Por essa razão, diz-se que os shoppings são como que organizadores do espaço urbano.

Tal fenômeno aconteceu mais ou menos no Pilar, verdade que sobre novas regras e condições. Àquele tempo o transporte era difícil. No máximo carroça ou mesmo o magnífico cavalo. As liteiras eram para poucos e não eram simpáticas, desde que era uma cadeirinha coberta sustentada por dois varais compridos e conduzida por homens ou animais. É coisa de mais antigamente.



Nessas condições procurava-se morar próximo ao local de trabalho, das escolas e até das igrejas.
Isso aconteceu no Pilar e não se diga que eram moradias comuns: a maioria dos prédios era de dois andares, mas existiam muitos de três e até de quatro andares.

Prédios de quatro andar no principio da Ladeira do Pilar

Nenhum comentário:

Postar um comentário