ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

YAONY SANCHES- NÃO SE PODE FICAR CALADO

Já há um universo de blogs. Tratam de muitas coisas. De quase todas, inclusive de Cuba. É o caso de Yoani Sanchez que possui um blog chamado “GENERACIONT”. Seus textos contam o dia de a dia de Cuba, sua realidade, como o povo vive com a situação do País, um dos mais sofridos de todo o mundo. Para se ter uma ideia, Cuba sofre um bloqueio internacional de 50 anos, comandado pelos Estados Unidos, desde o dia em que o seu governo permitiu que a União Soviética instalasse na ilha, mísseis atômicos com a direção voltada para o território americano, isto é, a 120 quilômetros de distância.


Yaoni Sanchez

Em consequência, o pequeno país da América Central praticamente não se desenvolveu como as demais nações. Seu povo é pobre; suas cidades são pobres, seus bens são do século passado. Os carros, por exemplo, são de modelo 60 a 80, absolutamente sucateados. O restante das coisas deve ser igualmente velho. As casas, os móveis, os utensílios.   


Diz-se que, por outro lado,  a medicina é avançada, mas não se pode aceitar esse estágio de desenvolvimento sem o apoio das principais nações do mundo onde a ciência se desenvolveu aos pícaros técnicos. Seus médicos não devem participar da maioria dos congressos dessa área  que se realizam no mundo ocidental. Não devem estar atualizados. Dever haver muitos vácuos.


Então, a blogueira cubana, corajosamente, começou a comentar essa situação no seu blog, mostrando a realidade do País e do seu povo. É uma das poucas pessoas que não se deixou influenciar pelo impressionismo de um governo que manobra a consciência de seu povo, não lhe deixando pensar, não lhe deixando ler, escrever e em consequência não se desenvolvendo normalmente.
E aí quando surge alguém que desperta os neurônios dessa gente, atingindo-os com fatos e verdades desconhecidas, o governo se assusta e tenta proibir sua ação, mas é difícil controlar a força de uma internet; está no ar em todos os lugares do mundo; não se pode prendê-la; é rarefeita.  Resolve deixá-la sair da ilha. Alardeia que é uma revoltada! É menos forte do que seu blog. É gente como nós. Como estava ela era um fantasma da verdade. Fazia mais sucesso! Volte logo ao teclado do seu computador. Mande as notícias dessa bela ilha.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

CARNAVAL BAIANO - CIRCUITO DO VOVÕ


Mais um Carnaval que passou, desde as ruas e praças do Centro Histórico até os costados de Barra e Ondina. Não vai mais por que à partir daí vêm os conhecidos estreitos do Rio Vermelho que mal dá para passar, seja de que forma for.

Nesses chamados circuitos desfilaram os Trios Elétricos e os blocos afro-brasileiros numa mistura nem sempre compatível com a importância de cada uma das modalidades. Onde passa um Trio Elétrico não passa um Afro e vice-versa.
Em conseqüência, sempre se discute o que fazer com essa diáspora carnavalesca, desde que os Macêdos inventaram e incrementaram o Trio Elétrico, ou seja, desde Osmar até Armandinho.
Já se fez alguma coisa para incrementar o chamado “carnaval antigo” pelos lados do Pelourinho, onde os Trios Elétricos não tem nem como passar, mas ainda não se resolveu a excepcional vertente dos blocos afros. Continuam desfilando no mesmo espaço “deixado” pelos Trios Elétricos  em altas horas da noite, quando só os mais entusiastas insistem em assistir (crianças exclusas).
Aí uns sugerem criar um circuito no Comércio; outros consideram Piatã e adjacências o local ideal, mas ninguém pensou no espaço onde era o Carnaval de antigamente, ou seja, entre a Praça da Sé e a Praça Castro Alves. Este espaço está vazio e é charmoso, central e agradável. Em linha reta mede cerca de 700 metros, mas com os contornos da Praça da Sé e da Praça Municipal, chega aos 800 metros, a mesma distância do sambódromo do Rio de Janeiro.
Mas como assim? Inicialmente, vejamo-lo através de fotos: 


Praça da Sé
Rua da Misericórdia

Praça Municipal

Rua Chile

Praça Castro Alves

Rua d'Ajuda

Visto isto, façamos um esboço de como seria este circuito:
Circuito que se sugere
À esquerda a Praça da Sé; segue pela Rua da Misericórdia e alcança a Praça Municipal; em seguida a Rua Chile e por fim a Praça Castro Alves. A dispersão poderá ser feita pela Rua d'Ajuda até principio da Ladeira da Praça, bem como podem ser usadas as ladeiras da Preguiça e Montanha com saida pelo Comércio. A concentração se faria na própria Paraça da Sé.
A representação de caras circulares representa a localização das arquibancadas para o público (andaimes). (ou camarotes).
Quanto ao nome dariamos um quase incontestável: CIRCUITO DO VOVÔ, em homenagem a um das maiores personagens de nosso Carnaval.

Vovô e Carlinhos Brown - Duas grandes figuras de nossa Carnaval

Vejamos o mesmo espaço via satélite com traço branco marcando o percurso:
Parece ser uma boa idéia!

Dessa forma, re-integrariamos a Rua Chile ao Carnaval de hoje.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

TORNEIO DE GAMÃO EDUARDO GANTOIS


Peço licença aos meus amigos leitores para sair um pouco ou totalmente dos assuntos normais desse blog, mas acredito que todos haverão de compreender: prestaram-me uma homenagem no último dia 28 de fevereiro. Meus amigos do gamão realizaram um torneio desse interessante jogo com meu nome. Foi no bar do BC na Graça, um lugar agradabilíssimo e muito bem freqüentado. Recomendável para todas as idades e gostos.
Para quem não sabe, o gamão é um jogo muito técnico. Requer, inclusive, conhecimentos de probabilidades estatísticas e muito controle emocional. A Bahia é um dos destaques no cenário nacional. Já fizemos diversos campeões nacionais.
Exercemos a presidência da Associação Baiana de Gamão por cerca de 20 anos e nesse periodo conseguimos elevar o nível do gamão da Bahia para um dos primeiros do Brasil.
 
A iniciativa partiu de José Carlos Franco e contou com a presença de Sérgio Netto e seu filho André; Marcos Leão, José Humberto Oliveira, André Kotler, José Augusto, Pedro, Nenê, Fernando BC, José Carlos Moreira, Lacerda.
Os que não puderam comparecer telefonaram de onde estavam: Eduardo Carrera de Recife; Aliomar Muritiba de Brasilia em reunião de prefeitos e Badinho da Ilha de Itaparica.
O certame foi vencido por André Netto em partida de 13 pontos como José Carlos Franco, um clássico nacional.

 Troféus Eduardo Gantois
Entrega do troféu por José Carlos Franco
André - Pedro - Marcos Leão - André Kotler e José Carlos Moreira
Pedro - Nenê, Fernando BC, Lacerda e Humberto
 
Franco- André- Gantois, Sérgio Netto e Pedro
 

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

OS GRANDES CAMAROTES DO CARNAVAL BAIANO

É impressionante o tamanho de certos camarotes. Todos estarão cheios nos dias de Carnaval e mesmo antes. É uma nova tendência do Carnaval baiano. Alguns deles contarão com bandas próprias, isto é, além dos Trios Elétricos desfiliando na avenida, haverá uma banda tocando no particular, digamos assim.

Camarote de Daniela Mercury - Um dos poucos onde só entra quem for convidado - All inclusive. Um outro nessas condições é o de Gilberto Gil.

Quem!
Televisão presente - Este é do SBT -Muito bonito!


Asas de Águia - Durval Lélis - Botou para quebrar com colunas gregas
Claudia Leite - Tomou a frente de uma pizaria e mais hotel

Nana- Outro gigante!
Harem


O maior de todos eles - No final do percurso - Tem de tudo!
Por fim, vale aqui relacionar o que estes camarotes vão oferecer aos seus frequentadores: quase todos um serviço de restaurante completo, desde as comidas baianas como feijoadas até pratos japoneses e tailandeses, tudo devidamente preparado por chefs famosos. Em termos de bebidas, todas que se possa imaginar, desde os energéticos em moda aos vinhos e whiskes de 8 anos. Nem se fala na cerveja, mas ela não vai faltar. Massoterapia, salão de beleza, customização, boate, cinema, médicos. O que falta? Tem de tudo. Só falta cabinas para dormir e emendar no dia seguinte, mas tem salas de descanso, de relaxamento muscular. Não vimos falar em psicólogos. Mas deve ter. Tem muita gente precisando. Vai ser uma loucura!

INCRIVEL TRANSFORMAÇÃO DE UMA CIDADE- CARNAVAL 2013


Certa feita determinada pessoa comentou na internet a incrível capacidade de modificação de Salvador para a realização de seu Carnaval, principalmente a Avenida Oceânica.
Efetivamente, em cerca  de 15 a 20 dias, esta avenida ganha outros ares; transforma –se numa passarela  da alegria de um Carnaval monumental que dizem ser o maior do mundo.
O mesmo não acontece no Rio de Janeiro e São Paulo, desde que esses Estados possuem seus sambódromos onde se concentram os festejos. Tem a sua limitação!

Principio da Av. Oceânica na Barra

Mesmo trecho pronta para o Carnaval

Principio de Ondina
Ondina pronta para o Carnaval
Posto de gazolina

Até o posto de gazolina quiz se transformar. A Prefeitura interditou em boa hora. Alegou seu proprietário que as bombas estavam desativadas, Tudo bem! Mas  o tanque no sub-solo foi tirado? Não foi! Então se ia brincar em cima de uma bomba.



domingo, 3 de fevereiro de 2013

CARNAVAL - GRANDES E BELISSIMOS CAMAROTES


Dentro de poucos dias começa o Carnaval e, como em todos os anos, a Avenida Oceânica se transforma como que de repente. São os camarotes dos grandes blocos, de revistas, de estações de TV e afins. Virou um grande negócio, aliás, um milionário negócio. Gente de todo o Brasil lota seus espaços. Este ano, muitos desses camarotes apresentam uma novidade, se é que assim podemos dizer: terão suas próprias bandas, independentemente daquelas que estão desfilando. Em postagem anterior, consideramos um retorno ao passado, quando o folião além de brincar na rua, brinca também entre quatro paredes, internamente,  há que se reconhecer.
Belíssimo camarote no Ed. Oceania
Outro belíssimo camarote em Ondina