ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

RÉVEILLON NAS PRAÇAS DO CENTRO DE SALVADOR - UMA SUGESTÃO

Começa a ser divulgado que o reveillon desse ano em não sendo na Barra por causa das obras que ali estão se realizando, seria realizado na Praça Cairu.

Não nos parece o local certo. O local tem muitos problemas, inclusive, de segurança. Por outro lado, a visualização dos fogos seria muito prejudicada em sendo  feito no mar como é acnselhável, no Forte São Marcelo, por exemplo. O Mercado Modelo toma grande parte da vista.

Mas, na tentativa de encontrar o lugar certo, a Prefeitura está se aproximando do ponto ideal. Está quente, segundo conhecida brincadeira.

Vamos tentar ajudar.

Ha alguns anos atrás, duas ou três empresas de fogos de artifícios tentavam ganhar a concorrência pública para ganhar o direito de fazer o réveillon de um determinado ano que não conseguimos precisar (coisa de 10 a 15 anos passados).

Pois bem! Foi determinado que cada empresa fizesse uma demonstração pública de suas qualidades pirotécnicas e o local escolhido foi o Forte de São Marcelo e o cais norte do Porto. Por sua vez o público foi aconselhado a assisti-lo em três locais: Belvedere da Praça da Sé – Praça Municipal e Praça Castro Alves.


Local dos fogos - Forte São Marcelo e Cais (o do norte) - o mais aberto

Sé 
Praça Castro Alves
Praça Municipal

Pronto! Estão aí os locais mais acertados para a realização do nosso réveillon. Os fogos seriam tocados no Forte São Marcelo e o cais norte do Porto; o povo assistiria o “show” no Belvedere da Sé, na Praça Municipal e na Praça Castro Alves.

Após o show, como acontecia na Barra, teria inicio as comemorações “terrestres” nas três grandes praças de nossa cidade. Há espaço para tudo. Grandes palcos, muitos artistas e muita gente, além da valorização do centro de nossa cidade. Simples! Antigamente ao tempo de Tomé de Souza as comemorações se faziam na Praça Municipal. Diz-se  que tinha até touradas!

Se se quiser ir mais adiante, Olodum , Ilê, Timbalada e outros do gênero poderiam desfilar entre a Praça da Sé e a Praça Castro Alves, passando pela Misericórdia e Rua Chile, como nos carnavais do passado. O povo certamente desfiliaria junto. Seria uma festa total! Carlinhos Brown saberia dar o toque necessário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário