ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

MÉDICOS CUBANOS NO BRASIL -O MUNDO ESTÁ ACOMPANHANDO

Fala-se ou diz-se nas redes sociais e outros meios de comunicação que os médicos cubanos que virão para o Brasil, inicialmente cerca de quatro mil profissionais, terão um salário de dez mil reais, o correspondente aproximadamente a 4 mil dólares e que, a maioria irá trabalhar no interior do Brasil em cidades mais carentes.


Em tese, a simples presença de um profissional com esse padrão de salário, iria proporcionar ao município onde eles vão clinicar, expressivos ganhos de consumo, além, naturalmente, dos benefícios à saúde da população da localidade.

Em tese, é bem o termo, porque na verdade, todo o salário do profissional será transferido para a Cuba e serão os seus governantes que ao seu critério, estabelecerão quanto cada profissional irá ganhar.

Esse sistema não deixa de ser insólito e segundo muitos tem características de um trabalho escravo, absolutamente inaceitável segundo a nossa constituição.

Por outro lado, em vez do profissional gastar na cidade onde irá clinicar (ganhos de consumo), esse sistema provocará significativa evasão de divisas para o País todo mês, a se confirmar a vinda de quatro mil profissionais daquele País.

Havana

Independente dessa situação um tanto quanto estranha de forma de remuneração, toda a imprensa e os meios médicos discutem se é válida a importação desses médicos para trabalhar em cidades do interior do País onde não existe nenhum médico brasileiro, seja que salário a Prefeitura ou mesmo o Governo Federal queiram pagar. A maioria alega que falta o mínimo de estrutura para o profissional trabalhar, inclusive remédios.

Sem dúvida que esse argumento é bastante procedente, mas não estamos crendo que o Governo brasileiro seja tão irresponsável, para não dizer inocente, de mandar um profissional para determinada cidade e deixá-lo sem condições mínimas de trabalho por falta de instalações, remédios, etc...

Alguma coisa deve está sendo preparada para que tal não aconteça, porquê do contrário, estaremos numa situação perante o mundo absolutamente inaceitável. Sim! o mundo deve estar acompanhando esse movimento, principalmente os setores médicos.

Nesse sentido, ficamos mais tranquilos no dia de ontem quando, pela TV o presidente do Hospital Albert Einsten disse que é válido a vinda dos médicos estrangeiros para o Brasil.

Claro que estamos crendo que uma pessoa como esta, com sua responsabilidade, deve estar ao par de medidas complementares para o sucesso da importação dos médicos do exterior. Tomara!



·        

Nenhum comentário:

Postar um comentário