ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

TUBULAÇÃO DO RIO LUCAIA

Da mesma maneira do que foi realizado na Avenida Centenário com o canal do antigo Rio dos Seixos no Chame-Chame, a Prefeitura está fazendo a cobertura em concreto do canal do Rio Lucaia afluente do Rio Camarajipe que desemboca no Rio Vermelho. 
 
“O objetivo da obra é a construção de uma via exclusiva de ônibus no trecho da Av. Vasco da Gama entre a entrada do Ogunjá e a rótula da Av. Garibaldi, além de obras de macro drenagem e urbanização na região do Rio Vermelho, desde a Rua do Lucaia até o Largo da Mariquita”.

“A cobertura do canal no Rio Vermelho vai seguir os moldes do executado na Avenida Centenário, com a construção de áreas de lazer entre as pistas.”
“Já o trecho do Rio Lucaia na Avenida Vasco da Gama vai receber parte das pistas exclusivas para ônibus previstas na Rede Integrada de Corredores de Transporte de Salvador - projeto da Setin que prevê 38 km de vias exclusivas para ônibus e e 120 Km de corredores viários.”
“Estão previstos três corredores exclusivos para ônibus. Este trecho vai pertencer ao corredor Aeroporto - Estação da Lapa, que passa pelas avenidas Paralela, ACM e Vasco da Gama. “

Estas são as informações como que “oficiais” dos órgãos da Prefeitura sobre as referidas obras.
O que se discute intensamente em todos os níveis é a propriedade de obras como esta de cobertura de antigos rios. Sim, “antigos rios” desde que o que se vê agora e está sendo coberto são apenas canais de rios, a maioria servindo tão somente de esgoto.
 
Foi o caso mais do que provado da Av. Centenário quando se cobriu o canal de esgoto do antigo Rio dos Seixos.

A “coisa” era assim e ficou dessa maneira:
Apesar das evidentes melhorias do local, ainda hoje se fazem contestações sobre a referida obra. Claro que são questionamentos de cunho eminentemente político, desde que, na prática, no visual, foi uma obra singular. As fotos provam isto.
 
Dizer que o canal do antigo Rio dos Seixos era um dos mais “bem tratados da cidade” é querer enganar a humanidade, no caso, os moradores do Chame-Chame que sofriam com o mau cheiro que exalava ao longo de todo o seu percurso.
 
E as inundações no local em dias de chuva? Que o digam igualmente os moradores do local e todos que circulavam pela av. Centenário. (Nós, inclusive, que moramos no bairro há quase quarenta anos).
 
Outra coisa inusitada é querer comparar o Rio Tietê em São Paulo e até o Sena em Paris com o “canalzinho” do Chame-Chame conforme visto na internet. O rio paulista tem ainda, mesmo dentro da cidade de São Paulo, uma largura de cerca de 30 a 40 metros e o Sena em Paris ultrapassa os 50 metros. Tem locais com até 80 a 100 metros.
 
Já o Canal do Rio dos Seixos tinha de 2 a 3 metros de larguram, quando muito.


Agora vamos ver o atual Rio Lucaia, onde se farão as mesmas obras do Chame-Chame, afim de que não se façam no futuro comparações inusitadas e indevidas.(políticas).
 
As imagens acima mostram a realidade atual. Não há necessidade de maiores comentários,.mas se quizerem uma prova maior, façam uma enquete, de preferência nas primeiras horas da manhã, com os moradores do Chama-Chame que fazem "cooper" no local. Não temos a menor dúvida que será unânime a preferência pelo rio que hoje corre tubulado em baixo da terra do que o antigo e fétido canal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário