ATÉ HOJE JÁ TIVEMOS MAIS DE 400 MIL CONTATOS

quinta-feira, 4 de março de 2010

A PROTEÇÃO DA PRAIA DO BUGARI

Em postagem anterior, abordamos a existência de dois paredões de pedra que se projetavam na Av. Beira Mar em Itapagipe, construídos com o intuito de desviar os dejetos de esgoto então existentes na referida avenida. Sem dúvida que o intuito era proteger da poluição a Praia do Bugari na extremidade da península. Na oportunidade, fizemos uma representação do sistema.


Sistema de desvio

O primeiro desses paredões ficava em frente ao 2º tamarindeiro, ou seja, na esquina do Colégio Santa Bernadete. Não existe mais! – o paredão. De relação ao tamarindeiro, já não é mais o mesmo, frondoso que era. Hoje dá a impressão de uma árvore que morre aos poucos.

O segundo ficava no limítrofe entre o Clube dos Sargentos e Sub-Oficiais da Marinha e a Praia do Bugari. Ainda existe parte dele.

E a praia do Bugari não tinha esgoto? É a pergunta que se faz? Se bem nos lembramos, não tinha. Não existia nenhuma construção à sua frente. O conjunto de pequenos apartamentos que hoje se vê no local, foi construído pelos idos de 1960/70 e o Colégio Estadual João Florêncio Gomes, é posterior a 1970.

Os dejetos das casas então residentes na ponta da Penha eram jogados no canal em frente e passava ao largo da Praia do Bugari.

Outra pergunta que se faz com freqüência é quanto à quantidade de esgotos então existentes na Avenida Beira Mar. Eram mais de oitenta. Uma super-carga. Mais do que justa a construção dos paredões. Protegia de alguma forma a principal praia do local.

Hoje, está quase tudo despoluído. O programa Baia Azul foi mais do que providencial. A única praia ainda com problemas é a Praia da Penha. Aquela em frente à igreja.


Esta!
 
Não é tem esgotos no local. Todavia,  toda a sujeira vem dos Alagados. Numa  certa época colocaram até uma rede. Não deixava passar cadeiras e cochões. Mas o resto, passava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário